Rua Santos Dumont, 368 - 2º Andar

(53) 3305 5494                       

Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo 2015


    O Ginásio do Pacaembu, em São Paulo-SP, foi o palco do Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo 2015. Por lá estiveram atletas de vários países que entraram em disputa nos dias 24, 25, 26 e 27 de Julho.

    Como já é tradição, desde 2010 a equipe Top Brother de Pelotas, sempre se faz presente, e esse ano não poderia ser diferente. O professor Matheus Zimmermann e seus alunos Pedro Sousa, Rogério Muller, Antonio Barão e Guilherme Duarte encararam 2800km de carro da princesa do sul até a capital paulista. A aventura um tanto quanto cansativa foi divertida segundo o professor Zimmermann:

 

    “Claro que a viagem é cansativa. Levamos 21h na ida e 24h na volta, mas valeu muito a pena. Deu para se divertir bastante e com o objetivo maior de disputar mais um ano o campeonato mundial de jiu-jitsu esportivo, o tempo passou rápido.”

    Na sexta-feira, foram as disputas da Faixa Preta. Matheus Zimmermann enfrentou o atleta Jean Feijó e em uma luta muito disputada, venceu seu adversário por 2 vantagens a 1. Avançando na próxima fase, enfrentou Julio Cesar Guadannini, onde saiu perdendo por 2 a 0 e não conseguiu recuperar o resultado. Julio Cesar ainda venceu mais uma disputa e ficou em terceiro lugar na competição.

    No sábado, foi a vez do atleta Pedro Sousa entrar na área de combate e em um inicio de luta muito disputada acabou sofrendo 2 pontos e ganhou duas vantagens por quase raspar(e devolver os 2 pontos) seu adversário. Cansado de tentar recuperar a luta acabou sendo finalizado em uma americana no final do combate.

    Chegou o ultimo dia de competição, e é hora do Rogério Muller entrar em rota de colisão com os 43 inscritos da sua categoria. Inicio de luta com vantagem do atleta pelotense que quase passou a guarda do seu adversário e ganhou uma vantagem. Ao defender uma chave de omoplata, Rogério teve um estiramento no músculo do abdômen e acabou parando o combate.

    “Infelizmente o Rogerinho acabou se machucando. Ele estava muito bem treinado e confesso que era o mais preparado de nós os três para essa competição. Infelizmente essas coisas acontecem e agora é hora de baixar a cabeça e treinar mais.” Diz Zimmermann.

  

    O professor Matheus Zimmermann viajou com patrocínio de Clinica Dental Roca e Confeitaria Berola.

 

    Rogério Muller teve apoio de GBVox e da Fruteira Santa Tecla Alimentos.

    Confira as fotos clicando aqui!